afastamento do trabalho

Como a ergonomia pode diminuir os afastamentos de trabalho?

As indústrias podem enfrentar um número grande de afastamento do trabalho quando não seguem corretamente os processos de segurança e bem-estar, como a ergonomia. O bem-estar dos seus colaboradores precisa ser uma das regras para o bom desempenho da empresa. Afinal, sem eles, nada funcionará.

A saber, o local necessita oferecer boas condições de trabalho, fazendo com que todos conduzam suas atividades com segurança e conforto. Diante disso, a ergonomia é assunto que não deve ficar de fora da gestão e do planejamento da empresa, principalmente no setor industrial, que demanda também um cuidado na movimentação de carga.

Entretanto, o que é necessário fazer para evitar acidentes e demais contratempos que fazem com que profissionais se ausentam? É o que veremos aqui. Por isso, continue conosco e conheça as dicas.

Importância da ergonomia no dia a dia

Inegavelmente, o setor industrial tem uma rotina pesada. Até as fábricas e demais estabelecimentos que dispõem de um sistema de paletização robótica contam com uma carga de trabalho que requer pensamento estratégico e foco nos resultados.

Com isso, é cada vez mais importante gerenciar o tempo e ter acesso a ferramentas que ajudam a simplificar processos. Assim, é possível otimizar rotinas de trabalho e manter a integridade dos colaboradores. Nessa questão, a ergonomia é parte fundamental.

De maneira geral, a empresa precisa seguir as regras da NR 17 e fazer com os ambientes sejam totalmente produtivos e acolhedores. Desse modo, evita-se afastamento do trabalho e propaga-se a segurança dos mais variados procedimentos que o profissional conduz na sua jornada.

Ergonomia e redução do afastamento do trabalho

Por meio da ergonomia é possível prevenir os colaboradores de certos males que causam o afastamento do trabalho. Por exemplo, os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) e as Lesões por Esforços Repetitivos (LER).

Atrelado a isso, não podemos nos esquecer das inadequações como má postura, sobrecarga no levantamento de peso e trabalhadores muito tempo em pé. Pensando nisso, é interessante focar em uma mudança organizacional com foco em boas práticas e na implantação da ISO de qualidade e demais normas regulamentadoras.

Assim, cria-se um ambiente favorável ao desenvolvimento, bem como a empresa aproveita algumas vantagens a longo prazo. Por exemplo, é possível reduzir de acidentes e condução de processos operacionais conforme a lei.

Com isso, o ambiente apresenta mais produtividade e satisfação da parte do público interno. Por fim, é interessante focar em ginástica laboral e outras ações que busquem aliviar o estresse e focar na qualidade de vida dessas pessoas que compõem seu time.

Dicas para evitar casos de afastamento do trabalho

Primeiramente, é necessário que aconteçam adaptações às estações de trabalho. Além disso, invista em treinamentos em busca de aprimoramento interno e aprendizagem contínua. É necessário estimular o uso correto de Equipamentos de Proteção Individual, pausas durante a jornada para se alongar e a forma adequada de usar determinadas máquinas e ferramentas.

Esse tipo de cuidado é fundamental e ajuda bastante no clima organizacional. Afinal, quando os colaboradores se sentem valorizados em seus trabalhos, eles têm mais entusiasmo para realizar suas tarefas. A melhora das condições de trabalho faz com que a equipe tenha uma conexão melhor com a sua marca.

De maneira geral, se trata de um investimento que você faz para reter talentos e adequar a empresa às normas de ergonomia, atitudes que só engrandecem a sua imagem e permitem o seu crescimento empresarial. Veja abaixo algumas dicas essenciais para diminuir o número de afastamentos na empresa e focar no bem-estar do seu público interno.

Investir em itens ergonômicos

Atualmente, existem ambientes focados em questões ergonômicas. Muitos empresários já aplicaram o conceito de ergonomia na cozinha industrial, por exemplo. Consequentemente, obtiveram grandes êxitos em relação à produtividade e melhoria contínua de fluxo de trabalho.

Ao investir em itens que focam na qualidade de vida das pessoas, a empresa passa a resolver problemas relacionados à má postura, sobrecarga de pesos e permanência em pé durante um bom tempo.

Tudo isso costuma gerar afastamento do trabalho. Logo é interessante focar em mudanças significativas no setor, principalmente quando é possível difundir esses conceitos por meio de treinamentos, palestras e demais eventos que valorizam suas equipes.

Elaborar uma gestão de riscos

O gerenciamento de risco faz com que os gestores visualizem cenários nocivos e saibam o que fazer antes do risco acontecer. Essa é uma ótima maneira de agir de forma preventiva e evitar que a empresa tenha más experiência com público interno e externo.

A gestão de risco também pode focar em questões que valorizam o conforto e o bem-estar das equipes. O foco na higiene ocupacional é um exemplo de medida que ajuda a diminuir o número de afastamento do trabalho. Afinal, além dos riscos ergonômicos, ele também previne riscos químicos, físicos e biológicos.

Estabelecer políticas de bem-estar

Antes de tudo, é muito importante que a sua empresa trabalhe com uma cultura de feedback, usando essa oportunidade para fortalecer o relacionamento com um público interno e saber exatamente do que os colaboradores precisam para executar suas tarefas com maestria ou para melhores condições de trabalho.

A política de bem-estar deve sempre zelar pelo equilíbrio dessas pessoas em relação à saúde física e mental. Desse modo, é necessário oferecer rotinas flexíveis que foquem em hábitos saudáveis e em um plano de carreira que aprimore competências e habilidades. Assim, sua equipe viverá em um departamento que propõe a aprendizagem contínua e o respeito mútuo.

Promover a segurança do trabalho

Nesse caso, é interessante promover treinamentos para que todos estejam cientes das boas práticas de segurança do trabalho. Nessas capacitações é dever da empresa abordar as normas regulamentadoras. Afinal, é necessário que haja monitoramento para acompanhar o desenvolvimento dos colaboradores no ambiente de trabalho.

Monitorar os motivos das ausências

O uso de determinadas tecnologias é bastante benéfico e ajuda a empresa a facilitar as rotinas de trabalho e manter a produtividade. Mesmo que haja uma diminuição de casos de afastamento do trabalho, é interessante que o motivo dessas ausências sempre seja registrado.

Por isso, conte com o software que armazena esses dados de maneira otimizada e colabore para que todos possam tomar decisões assertivas com base em dados reais.

Investir em manutenção

Por último, pode ocorrer a necessidade de substituição de equipamentos, visando manter a integridade de cargas e operadores. Para uso de carrinhos e movimentação de carga, é necessário ter rodas e rodízios que respeitem princípios ergonômicos e aumentem a vida útil dos equipamentos. Desse modo, permite-se uma mobilidade correta, facilitada, confortável e sem gerar perdas e danos ao material ou à pessoa que o transporta.

Neste artigo, vimos a importância da ergonomia para evitar casos de afastamento do trabalho, como ocorre essa relação e dicas para aplicar no ambiente produtivo.

Quer explorar ainda mais esse assunto? Então continue conosco e veja a importância de manter o bem-estar dos funcionários por meio da ergonomia na indústria.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.