dureza-shore

Dureza Shore: o que é e como influencia a escolha dos rodízios?

A escolha dos tipos de rodízios para determinado uso passa por uma série de fatores, como o tipo de material e, consequentemente, a dureza que esse produto oferece. Dentro desse contexto, vamos apresentar hoje o conceito de dureza Shore.

Tão importante quanto querer melhorar o seu posicionamento de marca, existem investimentos nos processos internos que não podem ficar de lado. Afinal, eles são os grandes responsáveis por ajudar a sua organização a otimizar os resultados com maior efetividade.

Vamos explorar mais questões sobre o tema? Então, continue conosco e saiba como escolher o melhor tipo de rodas e rodizíos.

O conceito de dureza Shore

Dureza Shore é um conceito tem o objetivo de avaliar o quão sólido é um determinado material. Em suma, esse método de medir a dureza existe desde a década de 1920. O seu inventor foi Albert Ferdinand Shore e se baseia em escalas de 25 a 100 Shore, que determinam os melhores locais onde podemos usá-las.

Por exemplo, o de 50 Shore A é ideal para carimbos de borracha ou rodas macias. Sob esse ponto de vista, quando levamos para a escolha de rodízios, queremos considerar a presença dos polímeros e elastômeros na presença das cargas.

A escolha de diferentes tipos de rodízios

Vale lembrar que a escolha dos rodízios deve passar por uma série de critérios. Além de considerar a dureza Shore, o profissional também precisa focar na durabilidade do material. Para isso, faz-se necessário avaliar os diferentes materiais que compõem o rodízio.

Sem dúvidas, alguns dos principais exemplos na atualidade são borracha e poliuretano. O primeiro é uma alternativa bastante comum e mais em conta no mercado. No entanto, o rodízio de poliuretano tem vantagens que preservam a vida útil da peça.

Por exemplo, a adequação a temperaturas em locais de -40°C a 80°C e capacidade de cargas leves e pesadas. Assim, eles permitem o transporte seguro e adequado, a conservação do piso e a ausência de ruídos sempre que os operadores forem realizar a movimentação de cargas.

A diferença das rodas duras para as rodas macias

O conceito de dureza Shore colabora para que ocorra uma melhor mobilidade e conservação do material. Ainda mais em um momento em que é importante implementar a logística 4.0 e melhorar o fluxo das atividades com o apoio da tecnologia.

Sobre as diferenças, as rodas macias dispõem de mais aderência ao chão, evitando ruídos, além de facilidade de manutenção. Já as duras apresentarem um maior tempo de vida útil e são alternativas para cargas pesadas devido à sua melhor mobilidade e dureza, já que evitam grande esforço dos operadores. Portanto, cabe ao próprio comprador analisar em que circunstâncias as rodas serão usadas, de modo a fazer uma aquisição adequada.

Para finalizar, além da dureza Shore, considere fatores como a capacidade de carga, o tipo de piso e a resistência ao rolamento, além do amortecimento e do desgaste. Desse modo, você encontrará o modelo de roda ideal, possibilitará uma melhor perfomance nas movimentações e trará segurança aos operadores e materiais transportados.

Gostou deste assunto? Então aproveite para compartilhar o artigo nas redes sociais e explorar essa conversa com sua rede de contatos.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.