ergonomia-na-cozinha-industrial

Veja como aplicar o conceito de ergonomia na cozinha industrial

A ergonomia na cozinha industrial é um assunto que vem chamando a atenção de muitos gestores. Isso porque é essencial cumprir com certas normas para garantir a saúde e a qualidade de vida dos seus colaboradores, principalmente em locais que dependem de uma boa higiene ocupacional.

De modo geral, sabemos que é necessário investir em treinamentos que impedem a contaminação cruzada e engajam boas práticas no preparo de refeições, bem como o uso de materiais adequados. Entretanto, é importante valorizar também os processos que deixam a saúde física desses profissionais em dia durante a realização do trabalho.

Dito isso, vamos conhecer mais informações sobre ergonomia na cozinha industrial e quais são os pontos que você deve considerar para realizar as adequações. Continue conosco e boa leitura!

O que é a ergonomia?

Antes de falar sobre ergonomia na cozinha industrial, vamos aprender o real significado dessa palavra. Trata-se de um conjunto de ações com objetivo de identificar certos riscos no local de trabalho. Também visa agir de maneira preventiva para que os colaboradores não fiquem sujeitos a situações de risco.

No contexto da cozinha industrial, a ergonomia abrange o design e a disposição de equipamentos, mobiliário e áreas de trabalho, levando em consideração as necessidades e características dos trabalhadores. Isso inclui a altura adequada das bancadas, a disposição lógica dos utensílios, a ergonomia dos móveis, a iluminação apropriada, entre outros fatores.

Ao cumprir os requisitos da Norma Regulamentadora n.º17, a empresa não apenas atende às exigências legais, mas também estabelece as bases para um ambiente de trabalho que promove a saúde física e mental dos colaboradores.

Portanto, investir em ergonomia na cozinha industrial resulta em benefícios como a redução de lesões ocupacionais, o aumento da satisfação no trabalho e a melhoria da eficiência operacional.

Ao implementar medidas ergonômicas na cozinha industrial, a empresa cumpre suas responsabilidades legais e cria um ambiente saudável e com boas condições de trabalho. Assim, os profissionais podem se sentir valorizados e apresentam um melhor desempenho no fluxo de atividades internas.

Quais os benefícios de se adequar à ergonomia na cozinha industrial?

A ergonomia na cozinha industrial traz benefícios tanto para a rotina dos profissionais quanto da empresa. Afinal, as mesas, prateleiras e demais suportes estarão na altura correta, de modo a facilitar o dia a dia dos trabalhadores.

Portanto, é um investimento que faz com que as jornadas de trabalho valorizem o bem-estar de todos. Assim, é possível diminuir o número de afastamentos de colaboradores devido ao cansaço ou estresse recorrentes de esforços repetitivos.

Consequentemente, a empresa valoriza a saúde da sua rede de talentos. Logo, por ser um local com boas condições para trabalhar, torna-se um ambiente produtivo com várias pessoas dispostas a fazer boas entregas e realizar uma ótima gestão do tempo.

O que fazer para ter uma melhor ergonomia na cozinha industrial?

Primeiramente, faça uma análise de toda a estrutura física do ambiente e converse com os colaboradores para identificar certas práticas que não contribuem para a ergonomia na cozinha industrial. Por exemplo:

  • má postura;
  • falta de manutenção nas máquinas;
  • utensílios inadequados;
  • sobrecarga no levantamento ou movimentação de peso;
  • tempo permanente dos funcionários em pé.

Feito isso, é necessário focar na realização de treinamentos e promover mudanças significativas no setor.

Altura dos móveis e equipamentos

A altura dos móveis e equipamentos desempenha um papel crucial na ergonomia da cozinha industrial. Isso porque o design adequado desses elementos é essencial para garantir que os trabalhadores realizem suas tarefas de forma eficiente e segura.

Para que isso aconteça, bancadas e mesas devem ser ajustadas para corresponder à altura ideal, evitando que os colaboradores adotem posturas desconfortáveis ou prejudiciais durante suas atividades. Além disso, a altura dos equipamentos, como fogões, fornos e pias, deve ser cuidadosamente considerada para garantir que os trabalhadores utilizem sem o risco de lesões musculoesqueléticas.

Manutenção de equipamentos e utensílios

Além de assegurar a operacionalidade eficiente, a conservação regular dos equipamentos contribui para prevenir acidentes e promover um ambiente de trabalho seguro. Isso porque utensílios desgastados ou mal conservados podem levar os trabalhadores a esforços desnecessários, comprometendo a postura e aumentando o risco de lesões.

Ademais, a manutenção preventiva não apenas prolonga a vida útil dos equipamentos, mas também evita interrupções não programadas nas atividades da cozinha.

Movimentação de peso

A movimentação de peso na cozinha industrial é um aspecto crítico que demanda uma abordagem cuidadosa na perspectiva da ergonomia. Afinal, a natureza das atividades nesse ambiente envolve frequentemente o manuseio de cargas consideráveis, como recipientes de alimentos, panelas e utensílios pesados.

Portanto, para evitar o risco de lesões musculoesqueléticas e promover a saúde dos trabalhadores, é importante implementar práticas ergonômicas na movimentação de peso. Isso inclui o fornecimento de carinhos adequados para movimentação de produtos e equipamentos sem grande esforço físico, escolhendo rodas e rodízios adequados e que suportem o peso da carga, facilitando ainda o manuseio do carrinho.

Além disso, a organização eficiente dos espaços de trabalho e a adoção de técnicas apropriadas de levantamento são essenciais para minimizar o impacto sobre a saúde física dos colaboradores. Posicionar instrumentos e utensílios mais usados ao alcance das mãos e sem a necessidade de torcer o tronco ou se agachar por longos períodos pode ser benéfico.

Prevenção de quedas

As quedas representam um desafio significativo na ergonomia da cozinha industrial, onde a dinâmica acelerada e as superfícies muitas vezes escorregadias podem aumentar o risco de acidentes.

Por isso, a prevenção de quedas é essencial para garantir a segurança dos trabalhadores nesse ambiente. Isso pode envolver a escolha de calçados apropriados, a instalação de pisos antiderrapantes e a implementação de sinalizações visuais indicando áreas potencialmente escorregadias.

Além disso, a manutenção regular de equipamentos como refrigeradores e freezers é crucial para evitar vazamentos de água. A conscientização e o treinamento dos funcionários sobre práticas seguras, como a limpeza imediata de derramamentos, também desempenham um papel fundamental na redução do risco de quedas.

Iluminação correta

Outro ponto importante a ser considerado na ergonomia da cozinha industrial é a iluminação, que pode influenciar diretamente a segurança, eficiência e o bem-estar dos trabalhadores.

Com o conhecimento da complexidade das tarefas realizadas nesse ambiente, que frequentemente envolvem o preparo preciso de alimentos e a manipulação de utensílios afiados, a iluminação correta é essencial para minimizar riscos.

Para que isso aconteça, a luz deve ser distribuída uniformemente, eliminando sombras que possam obscurecer detalhes importantes. Além disso, a escolha de fontes de luz que reproduzam de maneira fiel as cores dos alimentos garante a precisão no preparo.

Treinamento dos colaboradores

Por fim, é importante incentivar o alongamento antes de iniciar as atividades. Afinal, essa simples prática ajuda o colaborador a aliviar o estresse e ter mais disposição ao longo do expediente. A ginástica laboral é um ótimo investimento que pode manter as equipes engajadas e dispostas.

Para finalizar, tente implementar um sistema de pausas durante as atividades para que todos possam valorizar o equilíbrio entre a mente e o corpo. Certamente, a ergonomia na cozinha industrial promoverá grandes mudanças no seu fluxo produtivo e proporcionará maior senso de valorização de seu público interno.

Quer ter acesso a mais dicas? Confira como a ergonomia pode diminuir os afastamentos de trabalho.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.