transporte-intra-hospitalar

Transporte intra-hospitalar: cuidados necessários com os pacientes

A gestão de um hospital depende da adoção de protocolos muito rígidos, pois existe um grande fluxo de pacientes e casos que demandam mais urgência que outros. Entretanto, cada atendimento precisa oferecer o conforto e a total qualidade na prestação de serviços, principalmente durante o transporte intra-hospitalar.

O nível de satisfação do seu público deve sempre ser considerado. Independentemente se for presencial ou home care, a experiência que os usuários têm com os seus serviços é o que favorece a permanência ou a busca por um local que passe confiança e incentive ações que conservem o bem-estar diário.

Dito isso, o processo logístico que se relaciona a tal serviço necessita se isentar de certas ineficiências em momentos delicados nas rotinas médicas. Desse modo, permaneça conosco e veja quais boas práticas adotar para concretização do seu diferencial e prevenção de acontecimentos adversos.

A movimentação de pacientes dentro de um hospital

Quando falamos de transporte intra-hospitalar, estamos diante de uma entre as três etapas que fazem parte da logística hospitalar. Afinal, a armazenagem logística e a distribuição de equipamentos e demais materiais hospitalares também depende de um bom gerenciamento a fim de prestar um atendimento eficiente ao público.

Nesse cenário, a transformação digital na área da saúde gerou grandes avanços e melhorou a rotina de médicos, colaboradores e pacientes. Ao passo que foi possível melhorar os fluxos de trabalho com soluções tecnológicas que reduzem burocracias, corrigirem falhas e previnem erros.

Consequentemente, toda essa otimização permitiu uma grande redução de custos em hospitais e clínicas. O processo manual de outrora estava muito exposto às falhas humanas e gastos na cadeia de suprimentos. No que lhe concerne, a tecnologia trouxe mais praticidade, inovação e, sobretudo, controle nas atividades diárias.

Dessa forma, a movimentação de pacientes dentro de um hospital obteve melhorias diante da implantação de conceitos de logística 4.0. Assim, pode-se realizar o monitoramento das tarefas 24h em tempo real e evitar a indisponibilidade de macas ou outras alternativas de mobilidade devido à falta de informações, ou ruídos de comunicação.

Os cuidados especiais com o transporte intra-hospitalar

O processo de transporte intra-hospitalar depende de uma sequência de ações, informações e equipamentos médicos. Entretanto, falhas podem ocorrer se houver ruídos de comunicação em momentos bastante cruciais ou se o local não atender aos cuidados necessários.

De modo geral, a falta de preenchimento de dados e a ausência de informações pertinentes nos formulários fazem com que essas operações se prolonguem. Por isso, para promover desgastes aos funcionários e atrasos no andamento de exames, a tecnologia chegou para simplificar essas ações e descomplicar rotinas através da automação e análise de dados. Aliado a isso, os equipamentos estão sendo cada vez mais pensados nas necessidades médicas.

Etapas a serem respeitadas

A padronização de processos é algo que engrandece a gestão de hospitais e clínicas, promovendo as boas práticas de logística hospitalar. Todavia, serve tanto nas melhorias da movimentação de cargas quanto no transporte intra-hospitalar de pacientes.

Esse transporte se divide em três fases: checagem dos equipamentos e materiais, preparo do paciente, condições do transporte e de regresso. Neste caso, a equipe precisa fazer uma análise de risco e agir de maneira preventiva em meio a essas etapas.

Afinal, é muito importante identificar cenários nocivos e investir em soluções que impedem eventos adversos de acontecer. Assim, é possível trazer segurança para a integridade dos colaboradores e aos pacientes que serão transportados.

Além disso, é muito importante focar na manutenção de cada equipamento e impedir falhas ou quebras que impeçam a realização de tais procedimentos. É ideal, também, verificar o estado de conservação dos materiais que fazem parte da rotina do hospital.

As situações em que o transporte pode ser necessário e os cuidados nesse trajeto

O transporte intra-hospitalar ocorre durante a movimentação de pacientes para a realização de exames e procedimentos ou deslocamentos de emergência. Seja como for, é necessário seguir algumas recomendações a fim de não ocorrer incidentes nesse trajeto.

Dito isso, é interessante que o colaborador estude a melhor rota e vá por um caminho mais prático e rápido, visto que essa medida sempre ajuda a otimizar o tempo da prestação de cada serviço. Além disso, é importante se certificar de que a equipe coletou todas as informações necessárias daquele indivíduo.

Por último, é necessário verificar os sinais vitais e em qual posição o paciente ficará mais confortável segundo o estado de saúde dele. Essas mesmas práticas devem se manter no momento de regresso, avaliando também as máquinas, os materiais e os utensílios usados. Ao passo que é uma maneira de relatar qualquer problema assim que for identificado.

A importância do bom funcionamento dos equipamentos

Como falamos, é muito importante conferir o estado de equipamentos e máquinas. Entretanto, existem alguns detalhes que colaboram para vida útil dos produtos. Por exemplo, o uso correto de rodízios e rodas nos equipamentos de transporte intra-hospitalar.

Afinal, é necessário focar no modelo mais adequado conforme fatores como peso, tipo de material das rodas e se elas provocam ruídos em movimento. Esses pontos evitam a quebra das peças com facilidade ou um desconforto aos pacientes encaminhados para a sala de cirurgia ou deslocados para outro ponto do hospital.

A Colson dispõe de uma linha médica que atende às necessidades do setor e ajuda a suprir suas demandas com eficiência. Entre elas, podemos destacar:

  • Série AVANT — dispõe de um ótimo desempenho ergonômico e não precisa de manutenção;
  • Série GLE — possui um material que resiste à corrosão e não marca o piso;
  • Twin Tech — rodízio com rodas duplas que se destaca pelo design, praticidade e alta performance.

Neste artigo você conheceu quais são os principais cuidados com o transporte intra-hospitalar que o seu hospital precisa ter. De maneira geral, essas dicas são bastante valiosas para cativar o público e trazer mais confortos para os pacientes em momentos bastante decisivos na vida deles. Por isso, opte pela qualidade em tudo o que envolve o serviço.

Como dissemos, a Colson dispõe de uma linha médica com soluções pensadas exatamente para esse setor. Por isso, entre em contato conosco e adquira as melhores peças para impulsionar a sua logística hospitalar.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.